Weekshop - Um evento para todos

Atualizado: Abr 23

A WeekShop consistiu numa semana repleta de workshops e mesas redondas com o intuito de complementar as aprendizagens obtidas pelos estudantes nas Unidades Curriculares. O objetivo primordial foi o de impulsionar o crescimento de todos os alunos do MIEGI e potenciar as suas capacidades técnicas e transversais. Para tal, as várias sessões foram segmentadas por ano, em função do seu tema, permitindo, não obstante, a participação de qualquer aluno do MIEGI. Deste modo, foram dinamizados 6 tipos de momentos, concretizando, 5 sessões destinadas a cada ano curricular do MIEGI e uma outra transversal a todos estes.



No que tange aos momentos transversais, a sessão “Língua Gestual” teve o mote de sensibilizar os alunos para o quotidiano de pessoas que se veem obrigadas a usar este tipo de comunicação. A sessão “Microsoft Confessions” deu a conhecer um pouco da dinâmica interna, cultura organizacional e processo de recrutamento, através do testemunho de alguns dos seus funcionários.


Relativamente às sessões do 1º ano, duas focaram-se na divulgação de oportunidades, quer de voluntariado, quer de associativismo, nomeadamente, de organizações da Universidade do Minho. Tais foram “Voluntariar para ajudar” e “Oportunidades UNIcas”, respetivamente. Ademais, existiu um terceiro momento destinado a, não só destacar a importância de uma ferramenta como o LinkedIn, mas também potenciar a sua utilização (“LinkedIn: mode ON”).


No que diz respeito ao 2º ano, o objetivo foi partilhar experiências associadas ao programa Erasmus e, simultaneamente, aos estágios de verão – “Estágios de verão: Erasmus ou não?”. Em acréscimo, a sessão “Recrutamento Basics” visou dotar os participantes das principais ferramentas para que estes tenham um comportamento hábil, aquando de entrevistas de emprego e/ou pitchs.


As sessões dinamizadas para o 3º ano centraram-se no tema do PIEGI II a realizar no próximo semestre. Por um lado, procurou dar-se espaço a alunos que finalizaram recentemente este projeto para que estes pudessem partilhar a sua experiência, erros cometidos e conselhos – “PIEGI: Parte II”. Por outro lado, visto que este projeto implica o envolvimento direto das empresas, a sessão “PIEGI + Empresa” teve o intuito de expor a forma como as empresas lidam com este projeto e a maneira como reagem e/ou aplicam eventuais soluções propostas pelos alunos.


No que concerne aos momentos para o 4º ano, tendo em conta a aproximação da dissertação e do futuro ingresso no mercado de trabalho, é fulcral discutir os vários ramos com enquadramento na Engenharia e Gestão Industrial, nomeadamente, Supply Chain Management, Lean Manufacturing e Gestão de Projetos. Assim, convidaram-se oradores que ingressaram nessas alternativas diferentes: “Áreas de EGI”. Não obstante, de forma a abordar-se, ainda que de modo introdutório, algumas competências mais técnicas, realizou-se o workshop “Hands on Scrum”.


Por último, para os finalistas do MIEGI, as sessões focaram-se em dois temas distintos. Em primeiro lugar, sendo a dissertação um dos últimos passos para concluir o curso, organizou-se o workshop “LaTeX” para promover a ferramenta, de forma preliminar, enquanto opção de meio de escrita para a dissertação. Visando ainda este tema, a sessão “Aprende a dissertar” contou com a presença de vários alumnis que partilharam a sua experiência e fornecendo sugestões práticas.


Este evento, que decorreu nos dias 22 a 26 de fevereiro, contou com 42 oradores, 6 formadores e 8 moderadores, num total de 14 sessões. Deste modo, os 186 inscritos dispuseram da oportunidade de contactar com várias associações, tais como AAUM, AIESEC, cineFOCUM, SocietyLPT, ATILGP e HeforShe; YME, EPIC Junior e HERTECH como júnior empresas; empresas multinacionais como a BorgWarner e a Microsoft. Destaca-se a presença de vários alunos do MIEGI e alumnis como oradores, não obstante destes últimos terem terminado os estudos.


Escrito por Eduardo Amorim e André Chanoca

27 visualizações0 comentário