HOLANDA_

Eindhoven TuE

Clima

Língua Falada

Certificado de Língua

não é necessário 

Super fácil! Em Eindhoven é onde existe o único aeroporto Ryanair da Holanda, pelo que facilitou imenso a deslocação a países que eram mais longe e viagem para Portugal (consegui uma por 30€). Para visitar outras cidades, quando ia sozinha ou com 1/2 pessoas íamos sempre de flixbus que é a opção mais barata e há sempre descontos com o cartão ESN. Conheci muita coisa à volta apenas com flixbus. O mais extremo que fui, foi a Berlim que foram 9h30 de viagem de autocarro (socorro). Mas também fui a Paris que demorou 5h, por exemplo. Aconselho a usar flixbus para viagens para explorar Holanda/Bélgica/Alemanha. O comboio tem muita qualidade mas só compensa se for em grupo (mesmo). Por exemplo, uma viagem Amesterdão-Eindhoven no site oficial custa cerca de 25€, mas se fosse com grupo de 8 pessoas ficava cerca de 5€. E volto a dizer: super high quality mesmo nos comboios!

Podem consultar mais sobre "esquemas" de comboio aqui:

https://dutchreview.com/expat/traveling/cheap-dutch-train-ticket/

Universidade

MEIOS DE TRANSPORTE

Exigência do Ensino

Apontamentos

Disponíveis

Produtividade profissional

Os holandeses são muito tolos em festas, mas foi muito fixe conhecer a cultura estudantil deles (vivem o associativismo mesmo a sério e são muito trabalhadores). Em Eindhoven não há ESN group mas há um grupo de estudantes internacionais que também organiza umas cenas fixes. Entretanto juntei-me a algumas festas deles da ESTIEM, e gostei mesmo muito do carnaval deles (é outra dimensão mesmo). Durante o carnaval e o "kings day" (que acontece por volta de abril) a Holanda para para mostrar o que têm de melhor a nível social! Fiz uma amizade muito forte com uma rapariga da FEUP (desde o inicio) e depois conhecemos pessoal tuga, maioritariamente de Lisboa. No grupo internacional havia suecos, checos, espanhóis, mexicanos e finlandeses (que eram as nacionalidades mais frequentes).

ESPÍRITO UNIVERSITÁRIO

Este é o ponto em que estou mais descontente com a minha própria universidade, o Minho. Eindhoven é uma universidade super exigente e estudar lá é estudar mesmo a sério. As notas lá são de 0 a 10, sendo que é necessário um 6 para passar (ou seja, equivalente a um 12 cá). Apesar de ter passado todas as 6 cadeiras que fiz, e 3 delas acabar com 8, esse mérito não foi reconhecido simplesmente porque o processo cá no Minho é muito descabido e não reconhece o esforço que se coloca em cada cadeira mas sim é feita uma média aritmética das 6 cadeiras. Essa média corresponde a uma letra de A a E cá em Portugal e consoante essa letra as nossas notas de lá são ajustadas às notas que o pessoal do nosso ano tira cá (em cadeiras que são completamente diferentes!). Ora, apesar de ter acabado lá com notas relativamente boas para o nível de exigência (7.5/10), cheguei a Portugal com média de 13.5 nesse semestre. O semestre com média mais baixa que tive na UM, foi o que fui de ERASMUS e me empenhei a sério (mais do que em alguns semestres que tive já no Minho). All in all, fui duplamente prejudicada: 1. pela exigência enorme do ensino holandês; 2. pela comparação das notas com o pessoal que fico cá. Anyway, a média é só um número! A experiência vale muito mais e voltaria a fazê-la para chegar onde estou hoje!

PROCESSO DE EQUIVALÊNCIAS

Finanças

Despesas/Nível de vida

Bolsa de Apoio Financeiro

NEEGIUM_logo-C-H01j.png

~1500 €

Alojamento

Universitário

~300 €

Processo de Candidatura

Processo de Seleção:

Sim, fui. Acho justa a ordenação por médias, mas na altura não concordei com a distribuição dos anos.

Fatores de Decisão:

O grande desafio que sabia que ia ter pela frente; Uma cultura oposta à nossa com a qual pudesse aprender muito.

Sugestões de melhoria do processo de seleção:

Neste momento não sei se o processo sofreu alterações, por isso não tenho nada a apontar.

Motivação

Antes

Depois